Banco do Brasil é conivente com estelionatários ? – O Golpe do Boleto

O Golpe do Boleto-Boleto enviado à redação do BB por uma leitora

Boleto enviado à redação do BB por uma leitora

Quem já abriu uma empresa de qualquer porte no Brasil sabe, seja ela MEI, micro , normal ou de qualquer tamanho, normalmente antes mesmo de começar a operar de fato, os boletos com cobranças começam a chegar. Geralmente os primeiros boletos são de sindicatos e associações “fundo de quintal” criadas com um único propósito : lesar o cidadão.

Trata-se do Golpe do Boleto, prática que há mais de duas décadas vem estorquindo empreendedores desinformados, que diante de um documento de cobrança emitido por um banco estatal e onde são mencionados artigos de leis que justificam a cobrança, se sentem coagidos e acabam efetuando o pagamento por medo de complicações legais. Esses boletos sempre são propositadamente enviados poucos dias antes do prazo de vencimento, com a finalidade de propiciar uma atitude irrefletida.

No site Reclame Aqui há centenas de queixas registradas contra essas entidades irregulares feitas por pessoas que depois de efetuarem os pagamentos se deram conta de que foram vítimas de estelionato.

Em 28 de junho deste ano entrou em vigor uma medida que tem por meta acabar com esta prática que já prejudicou um número incalculável de brasileiros.

“De acordo com os bancos, as novas regras já estão sendo cumpridas. Os boletos de proposta devem, agora, informar que o pagamento é facultativo, não acarretará protestos, cobranças judiciais ou a inclusão do nome da pessoa ou empresa em cadastros de restrição ao crédito. Essas informações devem aparecer no documento no campo ao lado do valor. De acordo ainda com a Circular do Banco Central nº 3656, os documentos devem ser emitidos com a autorização prévia do destinatário. Recentemente, as novas regras foram debatidas em eventos promovidos pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban), que preparou material com explicações detalhadas para as instituições financeiras.” – (Jornal Diário do Comércio, Contra-ataque aos boletos falsos em 07/08/2013, por Silvia Pimentel).

Hoje, 10/10/2013 , 3 meses e meio depois que a medida entrou em vigor, uma leitora do Blogueiros do Brasil recebeu um desses boletos, emitido pelo Banco do Brasil. Para sua sorte, ela teve a perspicácia ( uma forte intuição , diz ela ) e resolveu perguntar-me se eu sabia algo sobre o assunto e enviou-me uma imagem do documento. Constatei então que o Banco do Brasil não cumpriu nenhuma das regras acordadas com o Banco Central….e o golpe continua.

É revoltante perceber que uma empresa secular, sobretudo um banco estatal , compactua com com as atividades da famigerada Associação Comercial Empresarial do Brasil, uma das campeãs de queixas no Reclame Aqui, e já denunciada com exaustão na internet e nos jornais, inclusive em uma reportagem no site G1, onde um dos responsáveis pela arapuca insiste em afirmar que cumpre todas as normas do Banco Central, como se os fatos e a imagem exposta na matéria por si só não o desmentisse.

Certas coisas custam a mudar neste país.

Compartilhe esta notícia e ajude a acabar com o Golpe do Boleto.



Máquina de cartão de crédito com as melhoras taxas do mercado

Posts Relacionados

Deixe um comentário