Flavio Bolsonaro publicou hoje, 18/02/2020, no  seu perfil no  Twitter, um vídeo onde pode-se ver claramente marcas que possivelmente indicam que Adriano Nóbrega foi torturado.  Adriano foi morto em 09/02/2020 na zona rural de Esplanada, na Bahia, em suposta troca de tiros com forças policiais daquele estado.

Adriano era apontado como o chefe de uma das maiores milícias cariocas – o Escritório do Crime. A mídia esquerdista vem tentando relacioná-lo com Flavio Bolsonaro.

Flavio diz no tweet onde postou o vídeo:

“Perícia da Bahia (governo PT), diz não ser possível afirmar se Adriano foi torturado. Foram 7 costelas quebradas, coronhada na cabeça, queimadura com ferro quente no peito, dois tiros a queima-roupa (um na garganta de baixo p/cima e outro no tórax, que perfurou coração e pulmões.”

 

Assista ao vídeo publicado por Flavio Bolsonaro:

 
 





Posts Relacionados

Deixe um comentário

error: Content is protected !!