Em março, o estado da Paraíba recebeu R$ 11.605.736,52 do Ministério da Saúde para ações de enfrentamento à Covid-19

 

 

07/04/2020 — Na madrugada de 04/04/2020, por volta das 01h40min,  escoltado por viaturas da polícia, a Secretaria de Saúde do Estado da Paraíba, mandou retirar leitos hospitalares e equipamentos do Hospital Geral de Taperoá.  O HGT , é um hospital estadual.

Taperoá é um município na Paraíba, localizado na Região Geográfica Imediata de Campina Grande, distante 216 km da capital do estado.

“No dia 24/03 o prefeito acompanhado do Padre Fabrício, vereadores e populares, se fez presente e conseguiram impedir a retirada do material que atende Taperoá e mais de 13 cidades circunvizinhas. Representantes do estado fizeram uma reunião, onde ficou acordado naquele dia que os equipamentos poderiam sair da unidade desde que um documento fosse enviado dando a garantia que os equipamentos retirados voltassem à unidade hospitalar após a pandemia.” – FONTE

Em março, o estado da Paraíba recebeu R$ 11.605.736,52 do Ministério da Saúde para ações de enfrentamento à Covid-19. – FONTE

Ailton Benedito, Procurador da República, levantou a seguinte questão em seu perfil no Twitter:

“Qual a justificativa para se retirar equipamentos de um hospital que está em funcionamento e levá-los a um hospital de campanha?” 

Veja o tweet AQUI

 

 

 

Entre as várias respostas há uma que chamou atenção:

 

 

É direito do cidadão fiscalizar os gastos públicos e dever do estado prestar contas.

 

Abaixo, vídeo-depoimento do padre Fabrício Dias, Pároco de Nossa Senhora da Conceição, em Taperoá:





Posts Relacionados

Deixe um comentário

error: Content is protected !!