Fotos mostram homens armados da ditadura de Maduro mirando o presidente interino da Venezuela Juan Guaidó

 

BARQUISIMETO, VENEZUELA, 29 de fevereiro de 2020 — Grupos paramilitares e policiais com a cumplicidade e a participação de órgãos de segurança do Estado venezuelano participaram do ataque de hoje a uma manifestação convocada pelo presidente interino Juan Guaidó.

“No ataque desta tarde em Barquisimeto, no estado venezuelano de Lara (oeste), Pelo menos cinco pessoas ficaram feridas, uma delas é Yorbis Lucena, 16 anos, que foi baleado em uma das pernas.Guaidó, reconhecido por mais de 50 países, denunciou que um “pequeno grupo” usava armas de fogo e “detonava explosivos” contra seus apoiadores. “É claro que já existem alguns feridos, mas continuamos”, enquanto caminhamos com centenas de apoiadores ao redor de um bairro”, informou o Infobae .

Guaidó saiu ileso dos ataques.

 





Posts Relacionados

Deixe um comentário

error: Content is protected !!