Em 1999, um homem de Utah (EUA) comprou um hambúrguer da rede McDonald’s e o guardou por um mês apenas para mostrar aos seus amigos como ele seria exatamente o mesmo, porque estava cheio de conservantes. 14 anos depois, o hambúrguer está quase inalterado.

David Whipple resolveu guardar o seu hambúrguer por 30 dias, mas de alguma forma se esqueceu no bolso de um de seus casacos e só o encontrou dois anos depois. Vendo que o fast-food parecia quase o mesmo do dia em que foi comprado, ele decidiu continuar a sua experiência apenas para ver quanto tempo levaria até que o hambúrguer se desintegrasse. Já fazem 14 anos e o hambúrguer simplesmente se recusa a envelhecer.

“Não foi de propósito”, disse David sobre sua decisão de manter o hambúrguer por tanto tempo. “Eu estava mostrando para algumas pessoas como as enzimas trabalham e eu achei que um hambúrguer seria uma boa idéia. Eu o usei por um mês e depois me esqueci dele. Minha esposa o encontrou dois anos depois”.

O hambúrguer de David foi recentemente apresentado no popular programa de TV “The Doctors”, e ele não apresentava sinais de mofo nos pães e na carne. A única mudança notada foi o desaparecimento do picles.

É do conhecimento comum que o alimento fast-food dura muito mais tempo do que deveria. Os médicos que inspecionaram o velho alimento disseram que ele não apresentou sinal de mofo ou fungo e que nem sequer sentiram algum cheiro diferente.

David Whipple ainda tem o recibo de 7 de Julho de 1999, e a embalagem original, que ele tem usado para manter o hambúrguer desde então. Em um ponto ele pensou em leiloá-lo no site eBay e os lances chegaram perto de 2.000 dólares (aproximadamente 4.000 reais), mas no final ele e sua esposa mudaram de idéia e decidiram que seria bom guardá-lo para fins educacionais. “É ótimo para que os meus netos possam ver. Para ver o que acontece com fast-food”, disse David.

( Originalmente postado no Diário Insano )





Posts Relacionados

Deixe um comentário

error: Content is protected !!