Muitas culturas vêem a velhice como um tempo para reflexão pacífica e uma preparação para a jornada final da vida. No entanto, algumas pessoas idosas na China estão sendo obrigadas a acelerar o processo de “passagem”. Dezenas decidiram voluntariamente tirar suas próprias vidas por uma chance de serem enterradas em um cemitério, antes que uma proibição do governo em relação aos enterros tenha efeito.

 

As autoridades da província de Anhui, planejam fechar todos os cemitérios após 1 de Junho, simplesmente porque não há qualquer espaço para sepultamentos. O público foi informado sobre a nova regra no dia 1 de Abril: “Antes de 1 de junho as pessoas ainda podem entregar os seus corpos para o enterro, mas depois a única opção oferecida será a cremação”. O anúncio causou uma grande celeuma entre os idosos residentes, especialmente em áreas rurais.

 

 

Enquanto as áreas urbanas de Anhui não foram muito afetadas, a decisão de fechar os cemitérios não foi bem aceita pelas pessoas da área rural. Elanga’154s acham a idéia da cremação horrível, pois vai contra suas crenças tradicionais chinesas. Assim, os idosos têm recorrido ao que eles acreditam ser a única opção que resta – cometer suicídio, a fim de cumprir o prazo de 1 de junho.

 

Wu Lixiu, 97 anos, tirou a própria vida em 12 de maio, e Zhang Wenying, 87 anos de idade, enforcou-se apenas um dia mais tarde. Em sua nota de suicídio, ela escreveu que ela acabou com sua vida para ter uma morte digna, e que ela deveria ser enterrada. Pelo menos mais sete suicídios foram registrados a partir de três aldeias da província. Houve mortes similares na capital provincial também.

 


 

“É difícil para as pessoas de idade aceitarem essa política. O governo deveria dar-lhes mais tempo para pensar sobre isso, mas não realizar e notificar essa nova política”, argumentou um ancião. Mas parece que os suicídios não estão derretendo os corações dos funcionários chineses. Eles são muito sérios sobre a implementação da nova política – os funcionários do Conselho estão visitando funerárias e destruindo caixões para se certificar de que ninguém vai quebrar a lei, uma vez que a proibição de enterros tenha efeito.

 


Pai caminha com filho em estrada com vários caixões destruídos por funcionários do governo
 

 

FONTE





Posts Relacionados

Deixe um comentário

error: Content is protected !!