Meteorologistas progressistas culpam a grande mídia por frio em Santa Catarina

 

 

Blogueiros dizem que o frio é terror psicológico da mídia

Do blog Laranjas News

O frio que atinge Santa Catarina, com registro de neve em mais de 20 cidades e chuva congelada em outras dezenas, pode não estar acontecendo. Pelo menos é o que defende o sociólogo e meteorologista Ernesto Noam, do blog Tempo 247. “As pessoas estão felizes e não sentem frio, mas acabam dizendo que o tempo não está bom pela forte influência da mídia, que manipula as informações”, afirma. Para ele, é importante que a meteorologia e as previsões sejam democratizadas, com a entrada dos movimentos sociais.

Na mesma linha de Noam, León Vladimir, do blog Conversa Resfriada, aponta que a percepção do cidadão comum acaba enviesada pelo posicionamento hegemônico e claramente tendencioso da grande mídia. “Quem garante que está frio? Quem define o que é frio? Por que temos que receber esses conceitos da TV Globo e da revista Veja?”, questiona, sem oferecer respostas. O integrante do MST (Meteorologistas Sem Televisão) acredita que a verdade está na mídia alternativa, em blogs patrocinados pela Caixa Econômica Federal.

Nas ruas, o sentimento parece ser contrastante. A população sai encasacada, enquanto moradores de rua e periguetes que não têm acesso a roupas quentes morrem de frio. Para Noam, é mais uma prova da visão dominante que precisa ser combatida. “Não há moradores de rua no Brasil, isso foi erradicado junto com o frio”, brada, sem tocar em nenhuma periguete. Como prova, Noam acaba de postar uma foto sua pegando sol em um beach club de Jurerê Internacional, com a legenda “CHUPALSKI, TUCANADA!”



Máquina de cartão de crédito com as melhoras taxas do mercado

Posts Relacionados

Deixe um comentário