imagem : Jornal Diário do Comércio

O que está por trás do programa Mais Médicos ?

 

imagem : Jornal Diário do Comércio

 

“Muitos países desenvolvidos aceitam médicos estrangeiros, contudo nenhum deles atua sem ser aprovado em exames extremamente rigorosos, que atestam a elevada competência profissional”, é o que afirma o Dr. Miguel Srougi – o mais renomado urologista  do Brasil – , em um  artigo na Folha de São Paulo onde ele discorre sobre as suas perplexidades com a fanfarronice marqueteira governamental para a área da saúde.

A MP ( Medida Provisória ) que cria o Programa Mais Médicos e que ainda precisa tramitar na Câmera e no Senado e ser avaliada por uma comissão que ainda nem existe, tem vários pontos obscuros , entre eles o recrutamento de médicos estrangeiros.

O Blogueiros do Brasil acredita que todas os outros pontos abordados na MP têm como principal objetivo desviar o foco das reais intenções dos esquerdistas no governo. Não é de hoje a idéia de trazer médicos de Cuba. Há cerca de um ano e meio já se lia nos jornais sobre esta proposta balbuciada por Dilma Rousseff, e que foi oportunamente apresentada como medida criada pontualmente como resposta à uma das demandas da Revolta do Vinagre.

A implantação de médicos cubanos para doutrinação ideológica faz parte da estratégia do Foro de São Paulo para a implementação paulatina de um bloco comunista na América Latina, como se pode ver neste vídeo.

No primeiro parágrafo, o Dr. Miguel Srougi refere-se a um importante detalhe , estranhamente não divulgado com a devida ênfase pela grande mídia : A MP que cria o Programa Mais Médico dispensa a Revalidação de Diploma Médico para os médicos cubanos. Os brasileiros dos rincões então estarão entregues à sorte e à pseudo-médicos que cursaram 2 anos de faculdade de medicina antecedidos por 3 anos obrigatórios de aulas de doutrinação marxista-leninista .

O axioma de que a medicina de Cuba é uma das mais avançadas do mundo é uma gritante farsa. Existem duas Cubas , uma dos cubanos nativos, outra para os turistas que podem pagar. E é esta última que é usada por Fidel Castro no marketing sobre a sua ilha-prisão. Afinal , a exportação de médicos é a principal fonte de recursos de Cuba e  ajudou  o ditador  a galgar um lugar entre os mandatários mais ricos do planeta.



Posts Relacionados

Deixe um comentário

error: Content is protected !!