‘Somos Chavez até a morte’, diz Maradona

 'Somos Chavez até a morte', diz Maradona

 

 

CARACAS – Caraca ! O argentino Diego Maradona enviou uma mensagem de apoio ao ditador Nicolás Maduro, em que se oferece como soldado da revolução bolivariana.

“Somos chavistas até a morte. E quando Maduro ordenar, estou vestido de soldado para uma Venezuela livre, para lutar contra o imperialismo e aqueles que querem se apoderar de nossas bandeiras, que é o mais sagrado que temos”, escreveu Maradona no Facebook, segundo o site do jornal Zero Hora .

Maradona era próximo a Fidel Castro, ex-presidente de Cuba, e era amigo de Chávez , fundador do bolivarianismo Também apoiou Dilma Rousseff durante protestos contra seu governo.

“De todas as drogas que já experimentou, o comunismo é a pior”, diagnosticou o jornalista Paulo Eduardo Martins .

 

 



Máquina de cartão de crédito com as melhoras taxas do mercado

Posts Relacionados

Deixe um comentário