O presidente Jair Bolsonaro vem questionando a veracidade dos números das mortes divulgadas em decorrência do COVID-19, o vírus chinês popularmente chamado de coronavírus. Ele levanta a possibilidade de médicos militantes estarem fraudando a causa dos óbitos para uso político. Bolsonaro levantou dúvidas sobre o índice da Itália, país com maior número de mortos até então, no que foi duramente criticado e desafiado pela extrema-imprensa a apresentar provas.

Pois se o vídeo e gráfico abaixo não forem suficientes como provas, aguarde o próximo post:

 


 

Tudo indica que o governador tucano João Doria, o João Comunista, planeja usar no estado de São Paulo a mesma artimanha demonstrada acima. CLIQUE AQUI e veja.





Posts Relacionados

Deixe um comentário

error: Content is protected !!