“Guardas da esquina” são empoderados quando certas toxinas sufocam a democracia

 

Em 13/12/1968, quando o governo Costa e Silva impunha ao país o AI-5, o vice-presidente, Pedro Aleixo, foi o único a discordar dos termos da regra do regime de exceção. “Presidente, o problema de uma lei assim não é o senhor, nem os que com o senhor governam o país. O problema é o guarda da esquina”, disse Aleixo.

O subtítulo peguei emprestado de um post de um site esquerdista que dissertava com horror sobre o Ato Institucional 5. Toda esquerdalha tem e sempre teve um discurso no mesmo sentido, contra o AI-5. Entretanto, hoje os esquerdopatas de plantão estão, na prática, agindo da mesma maneira ou  pior que os agentes que aplicavam o AI-5 e achando lindo. É o suprassumo do cinismo e da hipocrisia com toques de psicopatia.

 

Assista aos vídeos:

Vídeo 1

 

 
 
Vídeo 2





Posts Relacionados

Deixe um comentário

error: Content is protected !!